+55 (11) 2078-4221

Open Source: Oportunidades abertas na nuvem!

07

jan, 19

Open Source: Oportunidades abertas na nuvem!


Uma em cada três máquinas virtuais no Azure está executando o Linux, indicam estatísticas

A jornada digital é feita por múltiplos caminhos. Alguns deles, se contrapõem; diversos, se cruzam; mas, cada vez mais, a maioria desses percursos se complementa. Isso ocorre, basicamente, porque a digitalização exige das organizações a capacidade e habilidade de integrar ferramentas que lhes traga vantagens competitivas. Nesse sentido, há um tema (não tão novo, mas sempre presente) que orbita com frequência nas discussões e estratégias de TI: o código aberto.

Soluções open source são um componente comum em praticamente todo departamento de tecnologia, de uma forma ou de outra. Frente a esse cenário, não podemos negar que trata-se de algo cada vez mais sólido no aquecido segmento de cloud. Um estudo da IDC indicava que mais de 60% das empresas adotando APIs abertas como base de suas estratégias de integração em cloud em 2017.

Não é por acaso que, em novembro, a IBM desembolsou US$ 34 bilhões pela Red Hat, fornecedor ícone no mundo open source. A aquisição tem vínculo direto com a estratégia de cloud da Big Blue, adicionando mais recursos, inteligência e capacidades a suas ofertas de tecnologia como serviços.

A Microsoft é outra gigante que aposta nesse mundo aberto. A companhia está capacitando parceiros para capturar essa oportunidade, incluindo investimentos em tecnologias de código e padrões abertos para a nuvem. Dessa forma, a fornecedora permite que seu ecossistema use suas habilidades e ativos existentes para alcançar uma base grande e crescente de clientes.

Anúncios feitos ao longo dos tempos, como seu ingresso na Linux Foundation, ilustram o compromisso com o aumento da colaboração e inovação dentro de um ambiente tecnológico diversificado e open. Atualmente, o Azure suporta uma ampla seleção de sistemas operacionais, linguagens de programação, estruturas, ferramentas, bancos de dados e dispositivos.

Há, inclusive, estatísticas indicando que uma em cada três máquinas virtuais na IaaS da Microsoft está executando o Linux e mais de 1.000 dos repositórios da fabricante estão na plataforma de códigos GitHub (que, aliás, foi adquirida pela Microsoft em junho de 2018 por US$ 7,5 bilhões).

Se você estiver interessado em projetar, arquitetar, implementar e manter soluções Linux complexas habilitadas para nuvem que aproveitam os recursos de software livre do Azure, há uma certificação oferecida que cobre essa frente. Além disso, há uma série de soluções na plataforma Microsoft oferecidas no Brasil por meio do Ingram Micro Cloud Marketplace. Confira.

COLOR SCHEME Unlimited color options are avaliable via Options Panel.