+55 (11) 2078-4221

IA mudará a cloud como conhecemos

07

maio, 19

IA mudará a cloud como conhecemos

blog_image
Inteligência Artificial chega com tudo para redefinir processos, rotinas e tarefas como conhecemos

Revoluções tecnológicas vêm em ondas. Essas novidades surgem em ciclos cada vez mais curtos, e transformam totalmente a forma como a TI afeta nossas vidas. O momento, agora, é da Inteligência Artificial (IA), que chega com tudo para redefinir processos, rotinas, tarefas.

Há uma grande expectativa com a massificação do conceito, que deve trazer desafios e oportunidades ao nosso dia a dia dentro e fora das empresas. Falando especificamente de seu impacto na cloud, é de se esperar que traga inovações intensas e remodele a forma como conhecemos e utilizamos a nuvem até agora.

Mas, antes de falarmos do futuro, vamos dar uma olhada rápida no passado. Todos que têm contato com a tecnologia já, ao menos, ouviram falar em nuvem. O modelo de infraestrutura, plataforma e software como serviços (IaaS, PaaS e SaaS, nas siglas em inglês) progrediu bastante nos últimos anos e se tornou uma parte importante da era digital. Seu avanço mudou a maneira de armazenar, processar e consumir informações.

Do outro lado vem a Inteligência Artificial. Não é exagero dizer que a IA tem sido uma das maiores inovações tecnológicas das últimas décadas. Embora tenha sido reconhecida em 1956, sempre foi parte integrante da imaginação humana, desde a mitologia à ficção. O conceito cresceu rapidamente e o mercado de inteligência artificial ultrapassou US$ 1 bilhão em 1985.

Porém, uma grande mudança ocorreu na última década do século XX, quando a IA começou a ser aplicada de maneira mais intensa para logística, mineração de dados, diagnóstico médico e outras áreas vitais ao humano. Em 1997, o mundo assistiu, maravilhado, o Deep Blue, um sistema de computador desenvolvido pela IBM, derrotar o então campeão mundial de xadrez Garry Kasparov. Talvez esse seja o grande marco que fez com que a inteligência artificial saísse da imaginação e entrasse de vez em nossas vidas.

A maturidade da comunicação em nuvem faz com que a IA encontre o impulso que nunca teve antes, expandindo enormemente seu escopo para territórios completamente novos. Nesse avanço da inteligência das máquinas, a nuvem se molda. Acredita-se que a integração desses dois mundos abra um novo universo no futuro da tecnologia.

O ganho tende a ser de mão dupla. De um lado está a capacidade praticamente infinita de processamento e armazenamento trazida pela nuvem; de outro, a possibilidade analisar padrões e aprender com os dados históricos para tomar decisões que ajudem melhorar processos e mitigar erros, aumentando a segurança e otimizando ambientes de TI. Inegável é dizer que a cloud está fica mais poderosa com a inteligência artificial.

Microsoft, IBM, AWS e Google e a Microsoft possuem os enormes recursos de computação e os exércitos de talentos necessários para construir esse utilitário de inteligência artificial. E eles também têm o imperativo do negócio para entrar no que pode ser a megatendência de tecnologia mais lucrativa até agora.

A nuvem, quando está sozinha, tem a capacidade de se tornar uma commodity computacional significativa em vários campos. Mas a sua integração com IA aumentará sua necessidade no mercado. A ideia é que, quanto mais as empresas usam cloud, mais ela precisa ser integrada à AI para obter eficiência. Um ponto virá quando nenhuma tecnologia de nuvem existir sem inteligência artificial.

Explore oportunidades de uma nuvem ainda mais inteligente, conheça o Ingram Micro Cloud Marketplace.

COLOR SCHEME Unlimited color options are avaliable via Options Panel.